O SINDETRAN diz não à corrupção no DETRAN!

“Definição de cargo em comissão: são aqueles de livre escolha, nomeação e exoneração, de caráter provisório, destinando-se às atribuições de direção, chefia e assessoramento, podendo recair ou não em servidor efetivo do Estado.”


Partindo dessa definição, o SINDETRAN vem a público externar a sua total indignação quanto aos fatos que se tornaram públicos no dia de ontem e que inclusive já foi relatado em nota para Band FM, na qual falamos sobre o fatiamento do DETRAN/RJ por parte de grupos políticos. Infelizmente, parece que não interessa à imprensa dar voz ao corpo de servidores, sendo assim, esse tipo de situação só se torna pública quando vem acompanhada de uma grande operação policial e judicial. Sabemos que temos dentre nossos servidores pessoas capazes de assumir funções técnicas, porém, sabemos também que muitas dessas funções vêm sendo ocupadas há mais de 20 anos por indicados políticos que não têm o mínimo compromisso com o órgão, visando apenas, na maioria das vezes, a manutenção do loteamento político existente no órgão. Diante desse quadro, o SINDETRAN irá brigar na ALERJ pela elaboração de um projeto de lei que dê maior autonomia aos servidores quando da nomeação de cargos em comissão e que ainda possa diminuir essa “farra” que há tanto tempo assola o nosso órgão e que coloca a idoneidade de nossos servidores em cheque. Queremos mostrar à população do Estado do Rio de Janeiro que é sim possível tornar o DETRAN/RJ um órgão de excelência, que é possível ser diferente e fazer a diferença! Juntos, os servidores do Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro irão tirar o órgão das páginas policiais e dar à população, que é a nossa razão de existir, o tratamento digno que ela merece!